setembro 10, 2016

História

O Takê Restaurante Natural é o resultado do idealismo e da persistência do casal Mercedes e Ricardo Watanabe. Eles investiram todas a suas energias e economias para proporcionar à população santista acesso à informação e alimentação revitalizante e transformadora. Ambos estudaram no Instituto Princípio Único e Escola de Nutrição Satori (São Paulo), dirigidas por Tomio Kikuchi, introdutor dos princípios da macrobiótica na América Latina e referência mundial no tema. O professor Kikuchi modificou e ampliou o conceito da macrobiótica, denominação que não usa mais. A alimentação correta, pensamento correto, palavra correta, sentimento correto, movimentação correta, fazem parte de um todo do ser humano holístico.  Mercedes foi aluna também da Dona Bernadete, esposa de Kikuchi, que cuida até hoje pessoalmente dos cursos e da supervisão do restaurante Satori, na Liberdade.

Incentivados pelo estilo de vida do Instituto Princípio Único e pautados na difusão dos conceitos aprendidos, em 1997 o casal Watanabe mudou-se para Santos, assumindo o antigo restaurante Grão Vital, da conhecida dona Rosa, uma das pioneiras da macrobiótica na cidade. A experiência durou dois anos. O restaurante seguia o conceito tradicional de pratos prontos e acabou fechado. Mercedes e Ricardo procuraram um novo ponto durante mais dois anos, trabalhando em casa e fornecendo alimentação natural exclusivamente com entregas a domicílio. Mercedes cozinhava e Ricardo entregava. Depois de muita procura encontraram uma casa na rua Alagoas, 33, onde estão hoje. Reformaram completamente o imóvel, onde residem e possuem o restaurante – inaugurado com o nome Takê em 2001. Ali a família cresceu e prosperou. Chegou a pequena Luiza. Não foi apenas uma mudança de local e reforma física do imóvel. O casal de empreendedores, com sensibilidade e visão, aperfeiçoou o cardápio e o conceito de alimentação natural, adaptando o rigor da dieta macrobiótica ao clima quente de Santos: introduziram entre as opções alguns sucos de frutas e peixe. Além disso, o sistema self-service por quilo oferece liberdade de escolha ao cliente. De qualquer forma, Ricardo está sempre disposto a orientar os diferentes estilos de vida.

sam_2478

Ricardo Watanabe, proprietário do Takê.

A equipe no Takê hoje conta com mais cinco funcionárias na cozinha, todas treinadas e supervisionadas por Mercedes. A casa tornou-se uma referência na alimentação natural da cidade, trazendo um novo patamar de qualidade e conhecimento. Mercedes cuida pessoalmente de todas as deliciosas receitas que agradam paladares mais refinados, muitas delas inéditas na cidade. E Ricardo fica no  caixa, atendendo ao público, oferecendo orientação, informação e atenção. Ambos são também praticantes de Aikidô e difusores dessa prática na cidade. Movimentação, como alimentação e sentimento, fazem parte do tripé que se apoia a verdadeira qualidade de vida.

Hoje o Takê é um restaurante consolidado. Com rigorosos padrões de qualidade e atendimento. O único a utilizar água mineral no preparo dos alimentos.  Um ponto de referência e um porto seguro para quem busca conhecimento e experiência gastronômica a respeito da verdadeira alimentação natural e outras formas de agregar mais energia e resistência ao nosso corpo e mente.

Mais que um  negócio, o Takê é um estilo de vida. Os clientes tornam-se amigos. E o clima cordial e o alto astral são matérias primas que potencializam os efeitos nutritivos da alimentação vitalícia.

Venha conhecer o Takê!